Meriti Online
Notícias de São João de Meriti todo dia

Prefeitura realiza de força-tarefa em bares e restaurantes de São João de Meriti

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Por conta do risco de aumento dos casos de covid-19, uma grande operação contra aglomerações e funcionamento irregular de bares e restaurantes foi realizada pela prefeitura com apoio de outros órgãos públicos na noite desta sexta-feira (15), se estendendo até a madrugada deste sábado (16).

Coordenado pela Casa Civil da Prefeitura de São João de Meriti, a Operação Fiscalização pela Vida aconteceu no entorno da Praça dos Três Poderes, no Jardim Meriti e contou com apoio do 21º Batalhão de Polícia Militar (São João de Meriti), das secretarias municipais de Ambiente e Sustentabilidade, Comunicação e Eventos, Ordem Pública, Serviços Públicos, Trânsito e Transporte, além das coordenadorias da Guarda Municipal e de Ordem Urbana e de representantes do Conselho Tutelar e da Vigilância Sanitária.

Os agentes percorreram os bares para orientar os comerciantes sobre questões como aglomerações, fiscalização sonora, checagem de alvarás, desrespeitos às leis em geral e horário de fechamento, que devido à pandemia de covid-19 e por força de decreto municipal está limitado até as 3h da manhã.

O chefe da Casa Civil, Jerry Barreto, explicou que o objetivo da ação é a fiscalização e o combate a aglomeração: “Temos recebido muitas reclamações de bagunças, denúncias de crimes, cobranças do Ministério Público para que haja fiscalização e também a checagem de documentação”, declarou.

O secretário de Ambiente e Sustentabilidade, André Mazoni, reforçou que não há intenção de impedir o trabalho das pessoas, mas o estabelecimento deve estar dentro das determinações legais: “Todo estabelecimento necessita ter licenciamento para funcionar. O MP vem cobrando ações da prefeitura, assim como as reclamações em nossa ouvidoria. Estamos procurando uma melhor qualidade de vida para todos e buscar uma solução para os frequentadores e comerciantes da cidade”, afirmou.

12 estabelecimentos receberam a visita dos fiscais da Fazenda, três deles foram interditados e um intimado. Já por questões ambientais, dois estabelecimentos tiveram que fechar as portas por falta de licença. O Conselho tutelar realizou cerca de 30 atendimentos, como emissão de notificação, encaminhamento de menor para casa a pedido da mãe, orientação a donos de bares sobre consumo e venda de bebida alcóolica para menores, e até mesmo levou para casa duas mães com crianças de um e dois anos de idade, que estavam em bares com som alto.

As ações vão continuar acontecendo e quem não respeitar as normas poderá sofrer as penas legais, por exemplo a cassação do alvará.

Novo decreto

Na manhã da mesma sexta-feira, houve uma reunião na sede da prefeitura com a presença do vice-prefeito, Valdecy da Saúde, e dos demais envolvidos na operação e ficou determinado que um novo decreto irá reduzir o horário de funcionamento do comércio.

Na próxima semana será emitido um novo decreto pelo prefeito Dr. João Ferreira Neto restringindo o funcionamento de todos os bares no município até as 23h. O documento visa reduzir as aglomerações para evitar a propagação do coronavírus.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...